/Tendência é que reforma da Previdência fique para 2019, diz ministro de Bolsonaro

Tendência é que reforma da Previdência fique para 2019, diz ministro de Bolsonaro

SÃO PAULO – O ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta segunda-feira (12) que a tendência é que a reforma da Previdência fique apenas para o ano que vem.

Atuando hoje como ministro extraordinário da transição, o político disse em entrevista no Centro Cultural do Banco do Brasil que ouviu vários parlamentares e que o cenário “não é favorável” para conseguir aprovar alguma mudança na Previdência este ano.

“Seria ótimo um pequeno avanço na Previdência agora, mas devemos ter clareza e humildade. A tendência é que fiquem para 2019”, disse Onyx.

O futuro ministro fez diversas reuniões nesta segunda e recebeu a ajuda do deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) para tentar criar medidas que não precisem alterar a Constituição e poderiam ser uma solução para fazer a Previdência andar no Congresso este ano.

“Elas estão sendo condensadas, serão apresentadas amanhã ao futuro presidente Jair Bolsonaro para que a gente dê um destino. Se elas vão ser trabalhadas agora ou se elas vão ficar para o ano que vem. A tendência é que fiquem para o ano que vem”, explicou.

Aproveite as oportunidades da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!